4 de mar de 2010

Presidentes Americanos Assassinados- James A. Garfield ( 4/03/1881 á 19/09/1881)


James Abraham Garfield (Moreland Hills, 19 de novembro de 1831 — Long Branch, 19 de setembro de 1881) foi um advogado, militar e político estadunidense. Foi o vigésimo presidente dos Estados Unidos da América, em 1881. Garfield foi assassinado por Charles Julius Guiteau, após seis meses e quinze dias como presidente.
Em resumo, no dia 2 de julho de 1881, em uma estação de trem em Washington, um americano atirou contra o presidente Garfield, que agonizou na Casa Branca por semanas. Durante a comoção nacional que se instalou devido ao estado de saúde do presidente, Alexander Graham Bell — inventor do telefone — tentou encontrar a bala no corpo de Garfield com um dispositivo elétrico, mas não teve sucesso. Garfield faleceu dois meses depois, por infecções e hemorragias internas. Garfield também demonstrou o Teorema de Pitágoras, na Matemática, com um Trapézio.
Antes de sua eleição para presidente, Garfield serviu como um general no Exército dos Estados Unidos, e como um membro da Câmara dos Representantes Nacional, e também como membro da Comissão Eleitoral de 1876. Garfield foi o segundo presidente a ser assassinado na história dos Estados Unidos; Abraham Lincoln foi o primeiro. O Presidente Garfield, um republicano, esteve em um escritório escasso durante quatro meses, quando foi baleado e ferido mortalmente em 2 de julho de 1881. Ele viveu até 19 de setembro do mesmo ano, depois de ter servido na presidência durante seis meses e quinze dias. Até o momento, Garfield foi o único membro da Câmara de Representantes a ter sido eleito presidente dos Estados Unidos.

Nenhum comentário: