4 de dez de 2009

Atividade sim, paranormal nem tanto


O que faria um espectador sair de casa, gastar com estacionamento, lanche e entrada de cinema para ver uma coisa com qualidade de clipe do YouTube? Isso é "Paranormal activity" (no original): uma brincadeira que tentou repetir o hype que rolou uns dez anos antes com "A bruxa de Blair" (ou seja, criar um falso filme verdade e espalhar na internet que aquilo realmente aconteceu). O pior é que deu certo. Até o nome dos atores (Katie Featherston e Micah Sloat) são os mesmos dos personagens.
Acontece que isso só vai assustar a quem tem muito medo do escuro e nunca viu um bom filme de terror. Ficar hora e meia vendo uma câmera tosca parada supostamente registrando uma atividade paranormal no quarto de um casal chato, onde nada realmente acontece até os seus cinco minutos finais, é uma brincadeira sem graça, só para pegar trouxas. Melhor ir na sala ao lado ver "Deixe ela entrar"

Um comentário:

WillTreinoHardCoreBr disse...

Eu conheço Prof Marco Valentin