25 de nov de 2009

Dia da “Consciência Negra”


No ultimo dia 21 de Novembro foi comemorado o dia da “consciência negra”, é de se espantar que mesmo tentando nos homenagear, com um dia que mais parece colocado no calendário por uma questão de descargo de consciência do que consciência verdadeiramente dita procure convencer com idéias de que neste país, já exista a igualdade social para negros e brancos.
A maior prova de que isso é uma tremenda falácia e uma mentira descarada, são os dados de desemprego e ao que parece a criminalidade tem cor e ela é negra ( Isto não só aqui,mas na maioria dos países que cultivaram a cultura escravocrata é assim)
Fico impressionado com a forma com que a inteligência humana é tratada, este dia por exemplo que é dedicado a raça negra,só não é pior do que o dia do índio por que ao contrario deles que foram quase que dizimados, nós ainda conseguimos com muita luta ,nos impor e defender nossas idéias e criar nosso espaço nesta sociedade desigual e ingrata.
Sem querer fazer um discurso exagerado, não vejo motivos para comemorações, pois vivo em um Estado da federação que não tenho medo de dizer que é um dos mais racistas deste pais, se não o mais racista.
Até que verdadeiramente estas questões sejam discutidas com seriedade, não há o que comemorar e se orgulhar, a participação do negro na história deste estado e deste pais ,não é devidamente apresentada em nenhum livro didático, os lideres do movimento farroupilha por exemplo em pouco levaram arranhões em 10 anos de luta, não perderam suas propriedades e prestigio,pelo contrario,são homenageados e lembrados até hoje, enquanto aqueles que pouco tinham e perderam tudo não são em nada lembrados,não há um monumento uma estatua em sua homenagem, por que ? por que não tinham bens,não tinham propriedades,não eram estancieiros e sim escravos, principalmente não faziam parte da maçonaria e não tinham pele clara. Hoje a maior questão é a as cotas, há quem diga quae elas não deveriam existir, a verdade é que o negro não é intelectualmente inferior ao branco, mas seu potencial de crescimento foi roubado , sua participação na fatia da riqueza foi tirada descaradamente, eles nos devem esta participação, ainda que ela não traga de volta os 400 anos de escravidão, de um pais que foi um dos últimos a abolir a escravidão, e só o fez por que havia negros no exercito do Paraguai, assim sendo viram na comunidade negra alguma validade para o Brasil. Qual é a festa então ? Qual é a alegria? Qual é o orgulho? Onde esta a consciência?

Nenhum comentário: