15 de dez de 2008

A Natureza Reclama !!


Prefeito de Veneza decreta estado de alerta por inundações
Fortes chuvas fizeram o nível da água em Veneza alcançar 156 centímetros nesta segunda-feira, maior nível em 22 anos, submergindo as ruas e deixando a maior parte da histórica cidade italiana sob inundações. Turistas e moradores tiveram que caminhar com água até os joelhos.
O prefeito de Veneza declarou estado de alerta e pediu que as pessoas fiquem em casa. "Este nível de água é excepcionalmente alto", disse o prefeito de Veneza, Massimo Cacciari. "Não se aventure fora de casa a menos que seja necessário".
Toda a cidade --fundada no século 9 sobre uma série de canais-- sofre com as enchentes periódicas causadas pelas chuvas. Contudo, os trabalhadores disseram não ter conseguido se precaver das enchentes desta vez pela velocidade com que o nível da água subiu com as fortes chuvas.
Os serviços de trem e táxi foram suspensos. Entre os locais afetados está a famosa Praça de São Marcos, onde fica a Basílica de São Marcos, um dos pontos mais baixos da cidade.
O Centro Maree, que faz a previsão das enchentes, afirmou que o nível do mar Adriático aumentou 1,56 metros --nível visto somente em 1986. O recorde histórico foi em 4 de novembro de 1966, quando a cidade foi destruída por águas que chegaram a 1,94.
Segundo o jornal italiano "La Reppublica", as chuvas diminuíram e o nível do mar está diminuindo lentamente.
O governo começou um projeto bilionário na cidade para impedir que o aumento do nível do mar destrua a cidade.

Itália

As fortes chuvas e ventos têm atingido não só Veneza, mas toda a Itália. Segundo o "La Reppublica", depois de um domingo (30) mais ameno, o mau tempo afetou todo o país na madrugada.
A situação é pior em Palermo, Napoli, Roma e várias cidades da região de Umbria, onde os fortes ventos derrubaram árvores.
Na capital, as chuvas deixaram um casal de idosos presos em uma inundação, dentro de seu carro. Um guarda conseguiu salvar o casal.

Nenhum comentário: