6 de jan de 2010

Lendas do Wester- Billy the Kid


Billy the Kid ("Billy, a criança"), ou William Henry Bonney, pseudônimos de Henry McCarty (23 de novembro de 1859 – 14 de julho de 1881) foi um bandido e assassino que participou da "Guerra do Condado de Lincoln", no Novo México, EUA.
Billy the Kid é uma lenda no Oeste Americano. Embora tivesse vivido apenas 21 anos foi um dos mais ativos e respeitados fora-da-lei da região compreendida entre o sudoeste americano e norte mexicano. A história relata seu envolvimento em dezenas de tiroteios, mais de 20 homicídios, fugas espetaculares e até na liderança de um bando de assassinos em uma guerra particular no Novo México. O certo é que este prematuro fora-da-lei teve também sua carreira encerrada muito cedo ao ser emboscado e morto no Fort Summer pelo xerife do Novo México, Pat Garret.
Os Jovens Anos de Billy the Kid
Nascido na cidade de New York em 24 de novembro de 1859 com o nome de Henry McCarty, perde o pai logo em seguida. A mãe Catherine muda-se com ele e o irmão para Indiana onde casa-se novamente com Bill Antrim.
Mudam-se novamente, primeiro Wichita (Kansas), depois Santa Fé e finalmente Silver City (Novo México) onde também sua mãe adoece e morre. Henry, ou Billy tinha então 14 anos. Em Silver City é preso e acusado de roubo, mas foge da prisão e vagueia pelo deserto americano e mexicano praticando furtos de cavalos.
Aos 17 anos, no Arizona, pratica contra um ferreiro seu primeiro homicídio. Foge para o Novo México e dedica ali sua atenção aos furtos de cavalos e mimo ás mulheres mexicanas, com quem adquire boa popularidade. No Condado de Lincoln arruma emprego na fazenda dos Tunstall onde cria forte amizade com o proprietário.
[editar]A Guerra do Condado de Lincoln e os Vigilantes
Em 1878 numa disputa por posses de terras entre os Tunstall e outro fazendeiro da região, Jonh Tunstall é assassinado. Tomado por forte sentimento de lealdade e desejo de vingança Billy une-se a um grupo de pistoleiros intitulados "Os Vigilantes" e juram caça aos culpados pela morte de seu estimado patrão.
Os Vigilantes espalham pânico e terror na região executando sumariamente todos os suspeitos de participação naquela disputa de terras. Billy, então, embosca o xerife Brady e seu auxiliar e juntamente com Os Vigilantes vingam-se da morte de Tunstall.
Agora a guerra continua com a participação de forças militares contra Os Vigilantes culminando num longo e sangrento episódio conhecido com a Batalha de Lincoln. Billy escapa ileso, forma novo bando e volta a roubar gados na região.
[editar]O Fim do Fora-da-Lei
Pat Garrett, um obstinado xerife do Novo México que também era um grande amigo de Billy the Kid, vendeu a vida do fora-da-lei por dinheiro (Billy era defendido pelos amigos que sempre falaram que ele não era mau e nunca trairia um amigo). Após fracassar num primeiro confronto com Billy The Kid, finalmente surpreende-o num rancho do Fort Summer e o mata a "queima-roupa".
Era 14 de julho de 1881. Terminava assim a carreira daquele jovem pistoleiro que enveredara pelo mundo do crime e viraria um misto de herói e bandido, embora tivesse vivido tão pouco - apenas 21 anos de uma atribulada vida no oeste americano.
[editar]Vivendo em Hico, Texas, até 1950?
Billy the Kid ficou conhecido por inúmeros nomes: William Boney, Kid Antrim, William Antrim, Jr. e, naturalmente Henry McCarty seu nome de batismo.
Mas há os que defendem uma outra identidade para Billy: Brushy Bill Roberts. Segundo estes, Billy teria escapado às balas de Garret e fugido para o México. Depois vagueado pelo oeste e finalmente se estabelecido na cidade de Hico, Texas, onde ficara até morrer, em 1950, como Bill Brushy.
Em meio a fotos, testemunhos e túmulos esta versão tem gerado ainda mais polêmica à incrível e relâmpago vida deste ícone do velho oeste americano: o lendário Billy the Kid, o fora-da-lei.

Nenhum comentário: