20 de dez de 2009

A.6 Imagens que marcaram o ano de 2009


9 de fevereiro - A advogada brasileira Paula Oliveira, de 26 anos, residente na Suíça, supostamente grávida de gêmeas, disse ter sido atacada e torturada por três neonazistas na cidade de Dubendorf, periferia de Zurique. Os agressores teriam escrito com estilete a sigla SVP (iniciais em alemão do Partido do Povo Suíço, de extrema direita) na barriga e nas pernas da brasileira. Segundo Paula, o ataque teria causado o aborto das filhas. Na época, o caso acabou ganhando contornos políticos em declarações do chanceler Celso Amorim e do cônsul-geral do Brasil em Zurique, Vitória Clever. No entanto, alguns dias depois, a brasileira voltou atrás, desmentiu o ataque e assumiu que ela própria tinha infligido os ferimentos em seu corpo. Exames ginecológicos também confirmaram que a gravidez de Paula era falsa. O pai da brasileira alegou que a filha sofria de lúpus, doença que atinge o sistema imunológico e pode provocar distúrbios psicológicos. Em 16 de outubro, a brasileira foi indiciada pela Justiça suíça.

Ver slides

Nenhum comentário: